06/09/2011

Pontos negativos do namoro


Imagem
O namoro é como um carrinho de supermercado com a roda torta. As pessoas dizem que podem namorar e fazer o que quiserem e que, na hora “H”, o Espírito Santo irá ajudá-los. Isso é o mesmo que mandar alguém andar com um carrinho desalinhado num supermercado cheio de porcelanas e cristais caríssimos nas prateleiras. Vai acontecer um acidente! 
 
1. O namoro leva à intimidade, mas não necessariamente a um compromisso
 
Qual é a idéia principal na maioria dos namoros? Geralmente o namoro estimula a intimidade pela própria intimidade.
Em nossos dias, amor e romance passaram a ser aproveitados pelas pessoas apenas pelo seu valor de entretenimento. A intimidade sem compromisso desperta desejos – emocionais e físicos – que nenhum dos dois podem satisfazer se agirem corretamente.
Em 1Ts 4.6 a bíblia chama isso de “defraudar”, ou seja, roubar alguém ao criar expectativas, mas não satisfazendo o que foi prometido, “despertando uma fome que não podemos satisfazer justamente”.
Intimidade sem compromisso é semelhante à cobertura sem o bolo, pode ser gostoso, mas no final causa mal-estar.
 
2. O namoro tende a pular a fase da amizade
 
Quando você é amigo de alguém, você não se preocupa em ser outra pessoa que não você mesmo. Na amizade, você é o que é e pronto.
Quando você entra no namoro, usa máscaras. Depois dizem: “Não foi com esta pessoa que eu me casei. Ele não era assim antes.”
 
3. O namoro confunde relacionamento físico com amor
 
“É tão óbvio que nós nos amamos”, pensa alguém que prematuramente se relacionou intimamente. Mas será que isso é verdade?
A nossa cultura como um todo entende as palavras “amor” e “sexo” como sinônimo, mas isso não é necessariamente uma verdade.
 
4. O namoro isola o casal de outros relacionamentos
 
Quando nos envolvemos no namoro nem percebemos que, egoisticamente e de forma tola, nos privamos de outros relacionamentos, tais como pais, irmãos e amigos. Esse é um dos piores problemas do namoro.
Em Provérbios 15.22 diz: “Onde não há conselho fracassam os projetos, mas com os muitos conselheiros, há bom êxito.”
 
5. O namoro, em muitos casos, tira a atenção dos jovens adultos de sua principal responsabilidade, que é a de preparar-se para o futuro
 
Uma das tendências mais tristes do namoro é desviar os jovens adultos do desenvolvimento dos seus talentos e habilidades dadas por Deus. 
 
6. O namoro pode causar desgosto com o dom de permanecer solteiro dado por Deus
 
Penso que Deus vê a nossa paixão por relacionamento de curta duração da mesma maneira que uma criança que ganhou uma bicicleta novinha, mas prefere brincar com a caixa de papelão que embalava a bicicleta.
 
7. O namoro cria um ambiente artificial para avaliar o caráter de outra pessoa
 
O namoro cria um envolvimento artificial para duas pessoas interagirem. É necessário ver o outro nas situações reais da vida com familiares e amigos. Hábitos antigos são duros de matar.
 
Pastor Naor Pedroza
 

2 comentários:

Rev. Ângelo Vieira da Silva disse...

Olá.

Gostaria de uma parceria com seu site, "Amigo Judeu". Inclusive já inseri seu banner na página inicial de meu blog, o Regulae Fidei.

Abaixo envio o link do banner de meu blog.

http://revavds.blogspot.com


Abraços e sucesso!

Mariana disse...

Esse texto não é um trecho do livro "Eu disse adeus ao namoro"? Pq tem o nome desse pastor como crédito?

Postar um comentário